O peso do que não fomos (pt. I)

Se tivesse uma moeda por cada vez que me recordam de algo que já fiz bem e não faço mais, estaria agora a construir um castelo nas nuvens, num qualquer país feito de outras tantas coisas conquistadas, perdidas ou que podem nunca chegar.

Continuar a ler